• INDSAT

Em 1 ano, Administração de Hortolândia se torna a 4ª melhor da RMC

4º Trimestre de 2020


Índice de satisfação em Hortolândia tem evoluídos em vários serviços públicos / Foto: Divulgação

A última pesquisa realizada no ano passado mostrou que a gestão de Angelo Perugini (PDT) conseguiu finalizar 2020 com Alto Grau de Satisfação após receber 655 pontos. Do 1º trimestre ao 4º trimestre de 2020, o segmento analisado apresentou três evoluções consecutivas.

A Administração Pública registrou 558 pontos no início de 2020. No 2º trimestre, agora na 7ª posição, o governo Perugini (PDT) recebeu 590 pontos. A pontuação cresceu para 612 pontos no 3º trimestre, sempre com Grau Médio de Satisfação.



No final do ano passado, a gestão fechou com 655 pontos. O índice de satisfação é calculado a partir de uma metodologia exclusiva da INDSAT, que leva em conta os critérios de avaliação.

Do total de entrevistados, 46% classificaram a gestão municipal como “ótima” ou “boa”, enquanto 38% disseram que é “regular”. A reprovação é de 16%.

São entrevistados 400 moradores em Hortolândia. O ranking geral é composto pelas 15 maiores cidades do Estado de São Paulo. A INDSAT vai continuar acompanhando a percepção da população no que se refere à Administração Pública.


INDSAT amplia atuação no Brasil A INDSAT cresceu e se tornou INDSAT Brasil. Agora todo município brasileiro pode participar dos estudos trimestrais de avaliação administrativa da INDSAT. São 16 serviços públicos avaliados por trimestre, além de pesquisas para deputado, prefeito, governador, presidente. A partir de 2021, as cidades serão divididas em agrupamentos populacionais, o que tornará o resultado mais justo quando comparadas em rankings. Serão 3 agrupamentos: - Cidades com até 100 mil habitantes - Cidades entre 100 mil e 400 mil habitantes - Cidades com mais de 400 mil habitantes. Até dezembro de 2020, a INDSAT agrupava seus municípios em 3 regiões: Aglomerado Urbano Piracicaba, Região Metropolitana de Campinas e as 10 maiores cidades do Estado de São Paulo, o que limitava a sua área de atuação a apenas 36 municípios paulistas. Com o novo formato, qualquer município brasileiro pode receber os estudos da INDSAT Brasil. Mais informações serão apresentadas ao final do 1º Trimestre de 2021.


Recentes