Coleta de Lixo tem 52% de aprovação em Piracicaba

16/04/2020

4º trimestre/2019

 

 Foto: Divulgação 

 

A Coleta de Lixo da cidade de Piracicaba foi classificada como “ótima” ou “boa” por 52% dos moradores. Ou seja, mais da metade dos piracicabanos estão satisfeitos com o serviço prestado pela Piracicaba Ambiental. A pesquisa realizada pela INDSAT no 4º trimestre de 2019 mostra que, do total, 24% disseram que o setor está “regular”. Já a reprovação é de 24%.

 

 

Com essa avaliação, a Coleta de Lixo de Piracicaba ficou com Grau Médio de Satisfação na última pesquisa. O segmento registrou 639 pontos em uma escala que varia de 200 a 1.000 pontos. O Grau Médio é atribuído aos serviços que registram de 500 a 649 pontos. 

 

O índice calculado a partir da avaliação feita pelos moradores é utilizado para facilitar a análise histórica de satisfação trimestral da INDSAT. São entrevistados 400 moradores em Piracicaba. 

 

A INDSAT recebeu Alto Grau de Satisfação na maioria dos levantamentos realizados, exceto no 4º trimestre de 2019. Piracicaba começou a fazer parte das pesquisas da INDSAT no último trimestre de 2017. 

 

Em 2018, os índices ficaram entre 693 e 707 pontos. No 2º trimestre do ano passado, a INDSAT mostrou que a Coleta de Lixo chegou a receber 758 pontos. Atualmente, o serviço é o 7º melhor avaliado pelos moradores. Dezesseis áreas são estudadas ao todo.

 

 

A INDSAT realiza pesquisas de satisfação com os serviços públicos em 12 cidades do Aglomerado Urbano Piracicaba, nas 10 maiores cidades do Estado de São Paulo e em 15 cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC).

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Abastecimento de Água é o 2º melhor serviço avaliado em Limeira

30/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon

Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos

© 2017 "Indsat - Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos"