Crise na Saúde de Mauá se agrava e insatisfação aumenta

16/08/2018

2ºTrimestre/2018

Setor registrou 389 pontos neste 2º trimestre

 

Em 6 meses, o índice de satisfação com a Saúde Pública de Mauá apresentou drástica queda. Em meio a denúncias ligadas ao prefeito afastado Átila Jacomussi (PSB), que foi preso em maio deste ano, a saúde está em situação precária.

 

Os mauaenses, por sua vez, têm dado seu recado: a partir das avaliações feitas pelos moradores, a INDSAT apontou neste 2º trimestre que a Saúde de Mauá é considerada a pior entre as 10 maiores cidades do Estado.

O segmento recebeu Baixo Grau de Satisfação e 389 pontos. A pontuação é a menor já registrada desde o final de 2016.

 

O índice da Saúde sempre foi baixo em Mauá, já que a pontuação nunca chegou a ultrapassar 479 pontos. No 2º trimestre do ano passado, o índice era de 441 pontos.

Durante os 2º, 3º e 4º trimestres do ano passado, Mauá era a 3ª melhor cidade em Saúde Pública do ranking geral, composto pelas 10 maiores cidades do Estado. Já no fechamento de 2017, a cidade caiu para a 7ª posição.

 

O levantamento também apontou que o índice de reprovação é maior entre os moradores com mais de 50 anos. Ao analisar apenas a escolaridade, entrevistados com Ensino Superior são os mais satisfeitos.

Situação da Saúde é crítica 

 

Em junho, a Fundação do ABC, que administra equipamentos hospitalares, rompeu o contrato com a Prefeitura de Mauá. A gestão municipal estava desde 2015 sem quitar uma dívida de mais de R$120 milhões. No mês seguinte, a FUABC se reuniu com a Administração para assinar um novo contrato com um plano de trabalho readequado.

 

A prefeita Alaíde Damo (MDB), que assumiu o cargo em maio deste ano, foi à Brasília em julho para solicitar recursos para investimentos na área. De acordo com a prefeita, o governo federal “garantirá apoio para a melhoria no atendimento da Saúde Pública”.

 

Apenas 6% dos entrevistados responderam que a Saúde é “ótima” ou “boa”

 

A Indsat realiza pesquisas trimestrais nos 10 maiores municípios do Estado de São Paulo. São entrevistados 400 moradores em cada uma das cidades. O instituto analisa 16 serviços públicos, além de Administração Pública e Câmara Municipal.

 

Para avaliar o grau de satisfação dos moradores em relação aos serviços públicos, a INDSAT possui uma metodologia exclusiva de classificação baseada nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”.

 

A Saúde de Mauá conquistou 389 pontos porque recebeu 6% de “ótimo” e “bom”, 26% de “regular” e 66% de “ruim” e “péssimo”.

 

Foto: Caio Arruda/Prefeitura de Mauá

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Abastecimento de Água é o 2º melhor serviço avaliado em Limeira

30/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon

Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos

© 2017 "Indsat - Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos"