7700-PortalIndsat-970x250_Portais---Campanha-do-Agasalho.jpg
  • INDSAT

Censo de Pessoas em Situação de Rua em Piracicaba será apresentado em Seminário da ONU

Evento técnico tem como objetivo apresentar resultados do estudo e discutir experiências com outras instituições

Instituições promovem seminários para apresentar Censo de Pessoas em Situação de Rua. / Foto: Divulgação/OIM

Mais uma etapa importante acontece para o Censo de Pessoas em Situação de Rua de Piracicaba: os dados obtidos por intermédio do estudo que contou com a participação da INDSAT serão apresentados em evento promovido pelo Ministério da Cidadania e pela Organização Internacional das Migrações. De caráter técnico, o evento tem como objetivo apresentar os resultados dos estudos desenvolvidos em diversas regiões do país por meio de discussões metodológicas e troca de experiências, analisando as situações encontradas nas pesquisas e buscando a criação de políticas públicas.

A programação do seminário, que teve início em novembro, é composta por nove eventos virtuais, reunindo profissionais da área para debater as principais questões acerca da população em situação de rua. Piracicaba foi uma das cidades convidadas a participar do evento marcado para o dia 07/12, e será representada pela SMADS, órgão responsável pelo desenvolvimento do estudo em parceria com o Centro Regional de Registro e Atenção aos Maus Tratos na Infância (CRAMI) e com a INDSAT. A pesquisa apresenta informações como idade, renda e situação familiar, além de tempo em que se encontram em situação de rua e demais dados sobre esta parcela da população.

De acordo com informações divulgadas pela Organização Internacional das Migrações, os seminários fazem parte do Acordo de Cooperação Técnica assinado entre o Ministério da Cidadania e a OIM, órgão ligado à Organização das Nações Unidas (ONU), e tem como objetivo responder as necessidades das pessoas vulneráveis em situação de deslocamento, a partir da percepção que conecta as pessoas em situação de rua com a migração.

Em Piracicaba, é a primeira vez que o estudo acontece, localizando 234 pessoas em situação de rua, das quais 198 participaram integralmente da pesquisa. https://www.indsat.com.br/single-post/prefeitura-indsat-e-crami-divulgam-censo-de-pessoas-em-situa%C3%A7%C3%A3o-de-rua-em-piracicaba.


Importantes e alarmantes resultados

O Censo das Pessoas em Situação de Rua identificou dados importantes que deverão subsidiar as políticas públicas municipais para os próximos anos. O estudo pontuou, por exemplo, que 23,7% dos entrevistados estão nas ruas há menos de um ano e 8,6% entre um a dois anos. Apesar de agravada pela pandemia, a condição também é causada por outras questões, como “conflitos familiares” (35,3%), “dependência de álcool” (21%), “dependência de drogas ilícitas” (19,1%), “perda de trabalho” (7,7%), “perda de moradia” (4,4%), perda de familiares" (2,6%), “regresso do sistema prisional” (1,8%), entre outros. (Saiba mais em: https://www.indsat.com.br/single-post/32-3-est%C3%A3o-em-situa%C3%A7%C3%A3o-de-rua-h%C3%A1-menos-de-2-anos-em-piracicaba)

O estudo revelou também que, das 198 pessoas em situação de rua em Piracicaba que concordaram em participar da pesquisa, 43,4% apresentam algum problema de saúde e 23,7% possuem algum tipo de deficiência.

No levantamento, 52% dos entrevistados disseram buscar ajuda em prontos-socorros, 16,7% em unidades básicas de atendimento, 8,1% não procuram por ajuda e 4% buscam o “Consultório de Rua”, estratégia itinerante da Política Nacional de Atenção Básica instituída em Piracicaba em 2016. (Saiba mais em: https://www.indsat.com.br/single-post/43-4-das-pessoas-em-situa%C3%A7%C3%A3o-de-rua-em-piracicaba-t%C3%AAm-algum-problema-de-sa%C3%BAde)

Além disso, 48,5% das pessoas em situação de rua em Piracicaba vivem com menos de R$ 6,00 por dia. Das pessoas em situação de rua localizadas em Piracicaba, 21,7% recebem até R$100,00 por mês, 26,8% recebem entre R$101,00 a R$200,00 por mês e 17,2% recebe entre R$201,00 a R$600,00 por mês. (Veja mais em: https://www.indsat.com.br/single-post/48-5-da-popula%C3%A7%C3%A3o-em-situa%C3%A7%C3%A3o-de-rua-de-vive-com-menos-de-r-6-00-por-dia).

Recentes
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon