6074_b_s2_indsat_970x250 (1).jpg
  • INDSAT

Abaixo da média, Transporte de Campinas mantém rejeição alta

Serviço possui 425 pontos no ranking INDSAT e mais de 60% de ruim e péssimo


MARÇO de 2021 - CIDADE DE GRANDE PORTE

Transporte registro Baixo Grau de Satisfação em Campinas / Foto: Divulgação Emdec

A lotação nos transportes públicos é algo relativamente comum no dia a dia dos trabalhadores que dependem desse meio de locomoção, mas em um período de pandemia a situação se torna ainda mais delicada. Pesquisas realizadas pela INDSAT em Campinas (Cidade de Grande Porte) na quarta semana de março revelam a grande insatisfação da população com o setor: 61,4% dos entrevistados rejeitam o Transporte na CGP.

Os altos números refletem a situação atual dos ônibus da cidade, que mesmo em um momento de distanciamento social em virtude da pandemia, se encontram lotados. Apesar dos reforços da Prefeitura por meio da EMDEC (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) para aumentar a frota e disponibilizar mais veículos, principalmente em horários de pico, os ônibus continuam cheios, chegando a transportar passageiros em pé por falta de assentos disponíveis. De acordo com informações da autarquia, 27 veículos extras foram ativados, mas a situação continua a desagradar os passageiros.

A nota geral da cidade é de 425 pontos, bem menos que a média de 502 das CGP’s. A pontuação classifica Campinas com Baixo Grau de Satisfação no Transporte Público, enquanto as demais cidades do agrupamento registram Grau Médio de Satisfação.

A porcentagem de reprovação, formada por 24% de ruim e 37,4% de péssimo, somada a nota baixa da CGP, posiciona o serviço em 14º lugar no ranking doméstico INDSAT, que avalia os 16 serviços da cidade. A aprovação de 10,3% (0,7% ótimo e 9,5% boa) é ainda menor que a observada em novembro de 2020, quando 13,9% dos moradores disseram estar satisfeitos com o setor.

Realizada com 600 moradores maiores de 16 anos, a pesquisa considera margem de erro de 4% e intervalo de confiança de 95%.


INDSAT

A INDSAT mede a satisfação de 16 serviços públicos, além da atuação dos governos municipal, estadual e federal. A partir dos critérios de “ótimo, bom, regular, ruim e péssimo”, obtém-se uma classificação que qualifica o município o conforme o grau de satisfação do serviço estudado, conforme a seguinte escala:

· INDSAT abaixo de 350 pontos = Baixíssimo Grau de Satisfação

· INDSAT entre 350 e 499 pontos = Baixo Grau de Satisfação.

· INDSAT entre 500 e 649 pontos = Grau Médio de Satisfação.

· INDSAT entre 650 e 799 pontos = Alto Grau de Satisfação.

· INDSAT a partir de 800 pontos = Grau de Excelência.

As cidades avaliadas pela INDSAT estão divididas em agrupamentos populacionais. São 3 agrupamentos: Cidades de Pequeno Porte (CPP) com até 100 mil habitantes, Cidades de Médio Porto (CMP) entre 100 mil e 400 mil habitantes e Cidades de Grande Porte (CGP) com mais de 400 mil habitantes.

Para classificação do número de habitantes de um município, a INDSAT utiliza como fonte de dados as projeções populacionais do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e da Fundação Seade. Para 2021, a previsão é de que Campinas alcance 1.181.555 habitantes, portanto, município integrante das Cidades de Grande Porte (CGP).



Recentes