Cultura de Paulínia se aproxima do Baixo Grau de Satisfação

02/03/2020

4º trimestre/2019

 

 Foto: Divulgação/ Camara de Paulínia 

 

A área cultural de Paulínia está a apenas um ponto do Baixo Grau de Satisfação. Como já alertado pela INDSAT há cerca de dois anos, o antigo polo de cinema nacional continua caindo no esquecimento. Agora, a Cultura está entre as piores áreas avaliadas em Paulínia.

 

Dados levantados referentes ao 4º trimestre de 2019 mostram que a Cultura da cidade registrou 500 pontos. O resultado é reflexo apenas da opinião dos moradores. Para estabelecer o índice de satisfação, a INDSAT utiliza uma metodologia baseada nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”.

 

Ao todo, 400 pessoas participaram das pesquisas em Paulínia. A Cultura recebeu 20% de “ótimo” e “bom”, 31% de “regular” e 49% de “ruim” e “péssimo”. Isso significa que, atualmente, quase metade dos moradores reprovam a área analisada.

 

 

Os levantamentos trimestrais mostram que a Cultura vem apresentando Grau Médio de Satisfação (de 500 a 649 pontos) desde o início de 2017. Apesar de nunca ter recebido Baixo Grau (350 a 499 pontos), o segmento também não chegou a ser classificado com Alto Grau de Satisfação (de 650 a 799 pontos). Ou seja, a satisfação está mediana.

 

No 1º trimestre de 2018, a Cultura recebeu 554 pontos. No levantamento seguinte, o setor registrou sua melhor pontuação: 578 pontos. De modo geral, o setor apresenta estabilidade em satisfação. Do último trimestre para cá, porém, a queda foi de 67 pontos.

 

A INDSAT iniciou a divulgação dos resultados do 4º trimestre de 2019 no último dia 13 de janeiro. O intuito é medir a percepção da população em relação à qualidade dos serviços prestados. Na Região Metropolitana de Campinas (RMC), 15 cidades são analisadas. 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Qualidade de Vida de Valinhos se aproxima do Alto Grau de Satisfação

03/04/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo