Indaiatuba mantém Alto Grau de Satisfação em Segurança Pública

25/09/2019

2º trimestre/2019

 

 Foto: Divulgação

 

 

A Segurança Pública da Indaiatuba conseguiu Alto Grau de Satisfação neste 2º trimestre de 2019. É o que aponta pesquisa realizada pela INDSAT. O segmento analisado registrou 692 pontos. O segmento apresenta índices satisfatórios há aproximadamente dois anos.

 

Com este segmento, a INDSAT busca compreender a percepção dos moradores em relação à sensação de segurança no município. O instituto também analisa, separadamente, a Guarda Municipal. A Segurança Pública pode ser relacionada com outras áreas como Iluminação Pública, Qualidade de Vida e Trânsito, por exemplo.

 

Em 2017, o menor índice de satisfação foi registrado no 2º trimestre de 2017: 642 pontos. No final do mesmo ano, a Segurança Pública de Indaiatuba recebeu 711 pontos. No ano passado, os índices oscilaram entre 660 e 719 pontos.

 

Atualmente, Indaiatuba tem o melhor índice de satisfação no segmento de Segurança Pública. O ranking da Região Metropolitana de Campinas (RMC) é composto pelas 15 maiores cidades.

 

 

 

Aprovação

 

O índice de satisfação é calculado a partir de uma metodologia exclusiva de classificação baseado nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. São entrevistados 400 moradores. 

 

Do total de entrevistados, 55% disseram que a Segurança Pública é “ótima” ou “boa”. Outras 33% responderam que a área é “regular”. A reprovação é de 12%. Mais da metade dos moradores aprovam a Segurança.

 

 

A INDSAT já iniciou a divulgação das primeiras movimentações da corrida para as Eleições Municipais de 2020. O instituto vai publicar os resultados até outubro do ano que vem.

 

Ao todo, 36 cidades fazem parte da cobertura trimestral da INDSAT. O Aglomerado Urbano Piracicaba e os 10 maiores municípios do Estado de São Paulo também são estudadas.

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Coleta de Lixo tem Grau de Excelência em Iracemápolis

02/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo