Saúde Pública de Indaiatuba tem 39% de ótimo e bom; ruim e péssimo somam 21%

09/09/2019

2º trimestre/2019

 

 Foto: Divulgação

 

Em pesquisa realizada pela INDSAT no 2º trimestre de 2019, a Saúde Pública da cidade de Indaiatuba foi classificada como “ótima” ou “boa” por 39% dos moradores. Avaliações “regulares” somaram 40%. A reprovação é de 21%.

 

 

O levantamento mostrou que a satisfação é maior entre pessoas com mais de 50 anos de idade. Quando analisada apenas a escolaridade dos entrevistados, a aprovação é maior entre moradores com Ensino Superior.

 

 

Ao todo, 16 serviços públicos são estudados. A INDSAT apontou que o segmento tem Grau Médio de Satisfação, já que conseguiu 622 pontos neste trimestre. 

 

O índice é calculado levando em conta os critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. São entrevistados 400 pessoas em Indaiatuba. A escala de pontuação INDSAT vai de 200 a 1.000 pontos. 

 

Esta é a primeira vez que a Saúde de Indaiatuba recebe Grau Médio de Satisfação (500 a 649 pontos). Até então, o setor sempre conquistou Alto Grau de Satisfação (650 a 799 pontos).

 

No ano de 2017, os índices oscilaram entre 664 e 698 pontos. Já no ano seguinte, as pontuações ficaram entre 661 e 694 pontos. Mesmo com Grau Médio de Satisfação, Indaiatuba está na vice-liderança do ranking de Saúde Pública da Região Metropolitana de Campinas (RMC).


 

 

A INDSAT realiza 6.000 pesquisas trimestrais na RMC. No Estado de São Paulo, são 16.800 entrevistas em 36 municípios. O Aglomerado Urbano Piracicaba e as 10 maiores cidades do Estado estão dentro da cobertura trimestral.

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Transporte Público de Cordeirópolis tem Alto Grau de Satisfação

18/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo