1 - 6587_c_Vestibulinho_Portais_970x250_Portal_Indsat.jpg
  • INDSAT

62% aprovam a Iluminação Pública em Campinas

2º trimestre/2019

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Campinas

Prestada pela CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), a Iluminação Pública da cidade de Campinas recebeu 62% de aprovação neste 2º trimestre de 2019. O levantamento realizado pela INDSAT mostrou que, do total, 24% classificaram as luzes urbanas como “regular” e 13% responderam que o serviço prestado é “ruim” ou “péssimo”.

A pesquisa mostra quem são os moradores mais satisfeitos com o serviço prestado pela CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) a partir da faixa etária, sexo e escolaridade dos entrevistados. Quando apenas a idade é levada em conta, a satisfação é maior entre pessoas com 50 anos ou mais. Ao analisar apenas o nível de escolaridade dos moradores, a pesquisa mostra que pessoas com Ensino Superior são as que mais aprovam o serviço prestado.

Iluminação sempre recebeu índices satisfatórios

O segmento analisado pela INDSAT recebe Alto Grau de Satisfação desde o início de 2017. De lá para cá, as pontuações pouco oscilaram. A Iluminação Pública ultrapassou 700 pontos pela primeira vez no 3º trimestre de 2017, quando atingiu 705 pontos. Um ano depois, o segmento chegou a registrar 746 pontos.

Nos levantamentos seguintes, a satisfação com a Iluminação Pública apresentou duas quedas consecutivas. Atualmente, o índice de satisfação com a Iluminação é de 698 pontos.

O cálculo de satisfação é realizado a partir de uma metodologia exclusiva de classificação baseado nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”. Os entrevistados opinam sobre a qualidade dos serviços públicos e o instituto estabelece o grau de satisfação para elaborar histórico de satisfação. As pontuações vão de 200 a 1.000 pontos.

Ao todo, 600 pessoas fazem parte da entrevista. Além de pertencer à Região Metropolitana de Campinas (RMC), o município faz parte grupo das 10 maiores cidades do Estado, composto também por São Paulo, Guarulhos, São Bernardo do Campo, Santo André, São José dos Campos, Osasco, Ribeirão Preto, Sorocaba e Mauá.

No último dia 15, a INDSAT iniciou uma nova rodada de divulgação das pesquisas realizadas no 2º trimestre de 2019.

Recentes