Abastecimento de Água de Santa Bárbara tem Alto Grau de Satisfação no 3º trimestre

05/12/2018

3ºTrimestre/2018

Mais uma vez, o Abastecimento de Água de Santa Bárbara d’Oeste recebeu Alto Grau de Satisfação. A pesquisa realizada pela INDSAT no 3º trimestre de 2018 apontou que o serviço prestado pelo DAE (Departamento de Água e Esgoto) registrou índices inferiores a 650 pontos em todos os levantamentos do ano. O setor está entre os três melhores serviços avaliados em Santa Bárbara d’Oeste.

 

Desta vez, o Abastecimento registrou 747 pontos. O índice é muito semelhante aos já obtidos nos últimos trimestres. Em 2017, o serviço prestado começou o ano com 764 pontos. A pontuação apresentou queda no 2º trimestre e registrou 769 pontos no 3º trimestre, fechando o ano com 783 pontos.

 

Logo no início deste ano, o serviço recebeu 753 pontos. O Abastecimento somou mais dez pontos no trimestre seguinte e voltou a registrar queda no levantamento atual. O Alto Grau de Satisfação é atribuído aos segmentos que conquistam entre 650 e 799 pontos.

O estudo da INDSAT também revelou que a aprovação do Abastecimento é maior entre moradores que possuem mais de 50 anos de idade. Quando apenas a escolaridade dos entrevistados é levada em conta, a satisfação é maior entre pessoas com Ensino Fundamental.

75% dos entrevistados classificam o Abastecimento como “ótimo” ou “bom”

 

A INDSAT possui uma metodologia exclusiva de classificação baseada nos critérios de “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo” para calcular o grau de satisfação dos serviços públicos.

 

Em Santa Bárbara d’Oeste, 75% dos entrevistados disseram que o Abastecimento está “ótimo” ou “bom” e 17% responderam que está “regular”. “Ruim” e “péssimo” somam 8%.

Os esforços realizados pela gestão municipal estão mantendo os altos índices de satisfação do segmento. De acordo com dados divulgados pelo DAE, a cidade está ampliando a Estação Elevatória Santa Alice, única estação de captação e adução de água para o Abastecimento de Santa Bárbara. Foram investidos aproximadamente R$3 milhões na reforma. O recurso é oriunda de repasse do governo federal e do DAE.

 

As 15 maiores cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas), as 10 maiores cidades do Estado de São Paulo e 12 municípios pertencentes ao Aglomerado Urbano Piracicaba fazem parte da cobertura do instituto.

 

 

 

 

 

Foto: DAE (Departamento de Água e Esgoto)

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Cultura tem Alto Grau de Satisfação em Jaguariúna

14/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo