Merenda de Sumaré está perto de alcançar Alto Grau de Satisfação

22/08/2018

2ºTrimestre/2018

 

Faltam apenas nove pontos para que a Merenda Escolar de Sumaré alcance Alto Grau de Satisfação na escala INDSAT de Satisfação dos Serviços Públicos. No levantamento realizado neste segundo trimestre, a Merenda obteve o seu melhor resultado desde o início da série histórica, no início de 2017.

 

O segmento alimentício fechou o trimestre com 641 pontos no ranking INDSAT, que vai de Baixíssimo Grau de Satisfação (de 200 a 349 pontos) a Grau de Excelência (de 800 a 1 mil pontos) em Serviços Públicos.

Para se obter Alto Grau o segmento analisado precisa se classificar entre 650 e 799 pontos. Em Sumaré, a Merenda Escolar fechou o ano passado com 610 pontos e Grau Médio de Satisfação.

 

A INDSAT mede a cada três meses o grau de satisfação de 16 serviços públicos das 15 maiores cidades da Região Metropolitana de Campinas. A partir dos critérios de “ótimo, bom, regular, ruim e péssimo”, atribuídos pelos próprios moradores por meio de entrevistas pessoais, calcula-se o índice de satisfação de cada serviço.

 

Com 641 pontos, a Merenda Escolar é o terceiro melhor serviço público avaliado em Sumaré, atrás apenas de Abastecimento de Água e Coleta de Lixo, ambos com Alto Grau de Satisfação. A Guarda Municipal e a Qualidade de Vida fecham os cinco melhores segmentos analisados no município.

 

Reprovação é de apenas 15%

 

Dos entrevistados no segundo trimestre de 2018 que avaliaram a Merenda Escolar em Sumaré, apenas 15% a consideraram ruim ou péssima, 43% avaliaram-na como regular e 42% como ótima ou boa.

 

O maior grau de aprovação foi obtido na faixa etária entre 16 e 30 anos, com 48% de ótimo e bom e entre os que possuem ensino médio, com 47%.

Investimentos

 

O grau de aprovação à merenda não cresceu por acaso. Houve importantes investimentos nos primeiros meses deste ano para melhoria dos produtos oferecidos aos mais de 50 mil alunos das redes públicas municipal e estadual.

 

Segundo a Prefeitura, a partir de um investimento de R$ 1,9 milhão, estão sendo adicionados na merenda alimentos da agricultura familiar, provenientes dos produtores rurais da cidade e região.

 

Já em outubro do ano passado, o prefeito Luiz Dalben assinou o Decreto nº 10.150, criando a Câmara Municipal Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional, que deve elaborar, a partir das diretrizes emanadas no CONSEA (Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional), a Política e o Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, com o objetivo de promover a saúde e inclusão da população, principalmente das crianças, por meio de uma alimentação adequada e saudável, além de incentivar a agricultura familiar.

 

 

Foto: ilustrativa

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Leme tem 38% de aprovação em Cultura

08/04/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo