Saída de Pedrinho derruba satisfação do governo em Araras

17/08/2018

2ºTrimestre/2018

Cidade, que terá novas eleições em outubro deste ano, teve três prefeitos diferentes em menos de 3 meses

No primeiro levantamento realizado pela INDSAT após a saída de Pedrinho Eliseu (PSDB) do comando da Prefeitura de Araras o índice de satisfação com a Administração Municipal despencou de forma significativa. Foram 60 pontos de queda, quatro posições no ranking do Aglomerado Urbano Piracicaba e uma nova classificação no índice.

A Administração Municipal de Pedrinho Eliseu era a terceira melhor entre as 12 cidades do Aglomerado Piracicaba avaliadas pela INDSAT. Com 682 pontos no primeiro trimestre de 2018, o governo do tucano classificava-se com Alto Grau de Satisfação, resultado que já havia alcançado no trimestre anterior, quando teve início a série histórica da INDSAT nesta região.

 

Pedrinho Eliseu deixou o cargo de prefeito de Araras em maio deste ano em meio a um imbróglio político que se arrasta há mais de 10 anos. O então prefeito mantinha-se no cargo por meio de uma liminar, cassada em abril pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Pedrinho foi condenado em 2008 pela Justiça Eleitoral em uma ação de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico. A condenação o deixou inelegível por oito anos, o que, em tese, impedia-o de disputar as eleições de 2016. Porém, por meio de liminar, Pedrinho viabilizou sua candidatura e ganhou as eleições com 42% dos votos. Assumiu o cargo também por meio de liminar.

 

Bom início de governo

 

Pedrinho Eliseu fechou o primeiro ano de seu mandato com 48% de ótimo e bom e apenas 13% de ruim e péssimo. Os números davam a seu governo 664 pontos no ranking Indsat e Alto Grau de Satisfação.

 

No primeiro trimestre de 2018, a sua administração já alcançava 52% de ótimo bom e apenas 11% de ruim e péssimo e se mantinha como a terceira melhor do Aglomerado Urbano Piracicaba, mas agora com 682 pontos e se aproximando dos dois melhores governos da região.

O impasse político, no entanto, pressionou para baixo a aprovação do governo neste segundo trimestre. Com a saída de Pedrinho em 18 de maio, o então presidente em exercício da Câmara, Carlinhos Jacovetti (Rede), assumiu a Prefeitura, cargo que ocupou até o dia 15 de junho, quando então Pedro Eliseu Sobrinho (DEM), pai de Pedrinho, que era presidente da Câmara licenciado, assumiu o comando da Prefeitura.

 

A confusão política – com três prefeitos em menos de três meses - não poderia ter outro resultado se não a forte queda de satisfação do governo municipal ararense, que se manterá sob a batuta de Pedrão Eliseu, como é mais conhecido, até a realização das eleições suplementares, agendadas pelo TSE para o dia 28 de outubro.

 

Enquanto isso, a INDSAT continuará medindo trimestralmente o grau de satisfação das administrações municipais e de 16 serviços públicos de 12 municípios do Aglomerado Urbano Piracicaba.

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Abastecimento de Água é o 2º melhor serviço avaliado em Limeira

30/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon

Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos

© 2017 "Indsat - Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos"