48% reprovam a Saúde de Nova Odessa

27/04/2018

 

Em pesquisa realizada no 1º trimestre de 2018, a Indsat apontou que quase metade dos moradores de Nova Odessa reprovaram a Saúde Pública do município. Ao todo, 48% responderam que o setor está “ruim” ou “péssimo”. O instituto ouviu 400 entrevistados na cidade.

 

Do total, 18% dos moradores aprovaram a Saúde Pública e 34% responderam que é “regular”. Com esses dados, a Indsat calculou o índice de satisfação a partir de critérios pré-estabelecidos. Neste 1º trimestre, a pontuação registrada foi de 491 pontos.

 

A Saúde de Nova Odessa recebeu Baixo Grau de Satisfação, classificação atribuída aos segmentos que obtêm entre 350 e 499 pontos. No 2º trimestre do ano passado, a cidade chegou a receber 529 pontos e, no 4º trimestre, Nova Odessa registrou 513 pontos. Ambos os índices são contemplados com Grau Médio de Satisfação.

 

A pesquisa apontou também o perfil dos moradores mais insatisfeitos com o serviço de Saúde. Moradores com Ensino Superior, por exemplo, foram os que menos aprovaram o setor. Quando levada em conta apenas a escolaridade, a reprovação é maior entre os moradores de 16 a 30 anos de idade.

 

Índice de satisfação cai após acusações

 

Em junho do ano passado, o Secretário de Saúde Vanderlei Cocato foi acusado de violência doméstica e contravenção penal. A Prefeitura de Nova Odessa, porém, recolocou Vanderlei Cocato no cargo de secretário no início de abril.

 

A desembargadora Vera Ansiani argumentou que as acusações não têm relevância para o cargo que lhe foi atribuído. O Secretário de Saúde se defendeu e alegou que nunca cometeu irregularidades e o promotor Luiz Roberto Cicogna Faggioni disse que não encontrou processos criminais.

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Cultura tem Alto Grau de Satisfação em Jaguariúna

14/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo