Helinho é apontado como o prefeito “mais inteligente” do Aglomerado Urbano Piracicaba

26/04/2018

                          Foto: Facebook Helinho Zanatta

 

Inteligência vem das palavras em latim “Intellegencia”, que significa “capacidade de entender” e “Intelligere”, que é a “capacidade de escolher”. Em suma, ter inteligência significa saber entender e discernir sobre determinadas questões. No aspecto político, poder-se-ia dizer que é a característica do agente público que sabe entender os problemas de seu município e escolher as melhores soluções.

 

Por esta razão, a Inteligência foi escolhida pela Indsat como uma das quatro características formadoras dos aspectos racionais e emocionais que se manifestam em um prefeito de sucesso e que merecem ser investigadas. As outras três são Honestidade, Simpatia e Proximidade com o Povo.

 

A análise destas características compõe o “Perfil do Prefeito” e é parte integrante do Relatório Exclusive, cujo conteúdo está sendo liberado pela primeira vez pela Indsat. Ao todo, a cada três meses, 4.800 pessoas de 12 municípios do Aglomerado Urbano Piracicaba, respondem, entre outras perguntas, “se consideram o prefeito de sua cidade muito inteligente ou pouco inteligente”.

 

No levantamento realizado no primeiro trimestre de 2018, o prefeito de São Pedro, Helinho Zanatta (PSD), despontou como o “mais inteligente” do Aglomerado Urbano Piracicaba. Helinho somou 783 pontos, de mil possíveis, e garantiu a liderança no ranking.

 

A Inteligência é sem dúvida um fator preponderante para todo político que pretende atravessar vitorioso uma campanha eleitoral. Helinho já deu provas de sua força. Nas duas últimas disputas, foi eleito e reeleito prefeito de São Pedro com mais de 70% dos votos válidos. Nesta última, reuniu o apoio de 18 agremiações políticas.

 

Até aí tudo bem. Centenas de prefeitos já foram reeleitos prefeitos em todo país. Acontece que doze anos antes, Helinho já havia vencido uma eleição para a Prefeitura de Charqueada e a reeleição quatro anos depois. “Não há dúvida que é político inteligente, prova disso é o sucesso que obteve nos dois municípios que governou”, avalia Márcio Arruda Marques, diretor da Indsat.

 

Na opinião do sociólogo Orson Camargo, o jogo político não é um esporte para amadores e principiantes, mais ainda no Brasil. Ele acredita que o político deve olhar o mundo de uma determinada perspectiva, cujo fundamento decisivo é a competência de administrar suas emoções – isto é, articular suas habilidades com inteligência.

 

“Nos ensina Maquiavel que o príncipe deve dominar suas emoções, entender as mensagens (objetivas e subjetivas) que chegam da sociedade, ter o povo como amigo e com isso conectar a inteligência política com a manutenção do poder”, destaca Orson.

 

Essa é a virtude, segundo ele, de um político: habilidade de agir da maneira certa no momento certo, com inteligência e astúcia, tendo o povo ao seu lado e não cair na desgraça dos poderosos da cidade para não temer uma conspiração.

 

Para Orson, aqueles que detêm o poder ou que almejam o poder devem ter uma visão de mundo além do senso comum, cujo planejamento e estratégias de ação, oportunidades e mobilização social tendem a criar fatos políticos que repercutirão num futuro próximo, “refletindo na sua aproximação com os eleitores e com isso mantendo ou tomando o poder”.

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Abastecimento de Água é o 2º melhor serviço avaliado em Limeira

30/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo