Guarulhos tem o pior Trânsito entre as 10 maiores de SP

24/03/2018

Cidade registrou Baixo Grau de Satisfação

Foto: Assessoria de Imprensa de Guarulhos

 

 

O Trânsito de Guarulhos fechou o 4º trimestre do ano passado com o menor índice de satisfação de 2017. Com o resultado, a cidade caiu duas colocações e se posicionou em último lugar no ranking das 10 maiores do Estado de São Paulo. As pesquisas foram realizadas trimestralmente pela Indsat.

 

Guarulhos registrou 400 pontos pela metodologia, o que significa que o Trânsito da cidade recebeu Baixo Grau de Satisfação por parte dos moradores. O índice foi resultado de 74% de “ruim” e “péssimo” e 16% de “regular”. Apenas 10% dos entrevistados avaliaram o tráfego urbano de forma positiva.

 

O levantamento também mostrou que o Trânsito é considerado o 2º pior setor de Guarulhos, melhor apenas que Geração de Empregos. O índice é o menor já registrado porque, nos trimestres anteriores, a pontuação variou entre 428 e 459 pontos. No entanto, o Trânsito de Guarulhos recebeu Baixo Grau de Satisfação durante todo o ano de 2017.

 

No 1º trimestre do ano, a cidade era a penúltima colocada do ranking, à frente somente de Ribeirão Preto. Naquele levantamento, Guarulhos havia recebido 59% de reprovação. Já no trimestre seguinte, a pontuação caiu e o município tornou-se o último colocado.

 

A melhor posição no ranking foi registrada no 3º trimestre, quando Guarulhos subiu para a 8ª colocação e se posicionou à frente de Ribeirão Preto e São Paulo. Entre os guarulhenses, 59% reprovaram o tráfego naquele trimestre. Na última pesquisa de 2017, São Paulo e Guarulhos fecharam nas últimas posições no ranking.

 

 

Três primeiras cidades têm Grau Médio de Satisfação

 

São José dos Campos ocupou a 1ª posição no ranking de Trânsito durante todo o ano de 2017. A cidade conquistou Grau Médio de Satisfação e 26% dos entrevistados avaliaram o setor de forma positiva. Campinas encerrou o ano na vice-liderança, com 24% de aprovação e 545 pontos pela metodologia.

 

Ribeirão Preto, por sua vez, destacou-se na lista geral. O município ocupava as últimas colocações do ranking no começo de 2017, mas apresentou evolução e fechou o ano na 3ª posição, com 517 pontos.

 

Sorocaba e Osasco ficaram empatadas no 4º trimestre e foram as primeiras a receberem Baixo Grau de Satisfação. A 6ª posição é ocupada por Mauá, município que caiu no ranking. A cidade possuía 495 pontos no 3º trimestre, mas registrou 489 pontos no final do ano. Santo André e São Bernardo do Campo aparecem logo em seguida, com pouca diferença entre os índices.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Qualidade de Vida tem Alto Grau de Satisfação em Itatiba

27/01/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo