Satisfação com a Saúde cresce e Ribeirão já é 4ª no ranking da Indsat

09/03/2018

Ao longo do ano, Ribeirão Preto oscilou no lista geral das 10 maiores cidades do Estado

 

                         Foto: Carlos Natal

 

A área de Saúde de Ribeirão Preto fechou 2017 com o melhor índice já registrado pela Indsat. Com o resultado, a cidade encerrou o ano passado na 4ª colocação do ranking de Saúde das 10 maiores cidades do Estado de São Paulo. A pesquisa realizada pela Indsat no 4º trimestre apontou também que Ribeirão Preto deixou de ter um dos piores índices de satisfação do grupo analisado para ser uma das melhores colocadas no setor.

 

Com 18% de aprovação, Ribeirão Preto registrou 472 pontos pela metodologia Indsat. A pontuação obtida ainda é insuficiente para fazer com que a cidade deixe de ter Baixo Grau de Satisfação. O índice, no entanto, demonstrou evolução pela segunda vez consecutiva ao longo de 2017.

 

No início do ano, o município de Ribeirão Preto registrou 402 pontos e estava à frente apenas de Osasco e Guarulhos no ranking geral. No 2º trimestre, no entanto, a cidade analisada caiu uma posição. Nesse período, Ribeirão tinha 367 pontos e só era melhor que Osasco no segmento de Saúde.

 

No 3º trimestre, o ranking sofreu algumas alterações. Com isso, Ribeirão registrou 402 pontos e teve a oportunidade de se tornar a 7ª colocada, ficando à frente de Osasco, Guarulhos e São Paulo. Nesse período, as duas últimas cidades dividiram a 9ª posição, com 363 pontos.

 

No último levantamento realizado em 2017, 30% dos entrevistados de Ribeirão Preto responderam que a Saúde do município está “regular”, enquanto 52% afirmaram que está “ruim” ou “péssimo”. A Indsat também analisou que, quanto levada em conta a faixa etária, os moradores com mais de 50 anos de idade são os mais satisfeitos com o serviço prestado.

 

 

Líder do ranking é a única com Grau Médio de Satisfação em Saúde

 

São José dos Campos, a 1ª colocada do ranking, foi a única cidade que não registrou Baixo Grau de Satisfação. Essa categoria é dada às cidades que têm entre 350 e 499 pontos pela metodologia Indsat. Como São José registrou 517 pontos em Saúde, o município fechou o último levantamento de 2017 com Grau Médio de Satisfação.

 

A 2ª posição ficou com São Bernardo do Campo, cidade que registrou 488 pontos. Durante o ano de 2017, São Bernardo era a líder do ranking, mas acabou sendo empurrada para o 2º lugar quando São José demonstrou uma evolução de 51 pontos do 3º para o 4º trimestre.

 

Satisfação com a Saúde cai em Campinas e cidade é a última colocada

 

Enquanto Ribeirão Preto apresentou uma melhora expressiva no ranking das 10 maiores, Campinas saiu da 4ª posição para se tornar a última colocada na lista geral. No 1º trimestre do ano, a cidade possuía 456 pontos. No levantamento seguinte, o índice sofreu uma queda, mas Campinas ainda era a 6ª colocada.

 

O município voltou a ocupar a 4ª posição mas, no trimestre seguinte, o índice de satisfação com a Saúde sofreu um queda de 42 pontos. Como resultado, Campinas fechou o ano na última posição do ranking.

 

 

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Abastecimento de Água é o 2º melhor serviço avaliado em Limeira

30/06/2020

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn Social Icon

Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos

© 2017 "Indsat - Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos"