Doria (PSDB) é mal avaliado em 7 setores no fechamento de 2017

24/01/2018

A Indsat listou os serviços públicos mais reprovados pelo cidadão paulistano

 

(Foto: Rovena Rosa/ Agência Brasil)

 

 

A cidade paulistana comandada por João Doria (PSDB) encerrou 2017 com Baixo Grau de Satisfação em 7 dos 16 setores analisados pela Indsat. Do restante, seis setores ficaram com Grau Médio e outros quatro atingiram Alto Grau. A pesquisa foi realizada no 4º trimestre do ano passado.

 

A média obtida entre os setores classificados com Baixo Grau de Satisfação foi de 426 pontos. A metodologia da Indsat leva em consideração respostas como “ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo” para cálculo da pontuação, que vai até 1.000.

 

Geração de Empregos, Saúde Pública, Trânsito e Asfalto foram os segmentos mais reprovados pelo morador da capital paulistana. Já Segurança, Guarda Municipal e Câmara conseguiram mais de 426 pontos, mas estão longe do Grau Médio de Satisfação.

 

Geração de Empregos é o pior setor de São Paulo

 

Aprovação: 6%

 

Para 78% dos paulistanos, a criação de postos de trabalho no município está “ruim” ou “péssima”. Segundo dados divulgados pelo Caged, as admissões chegaram a 50,1% no período de janeiro a novembro. Quando comparado com o mesmo período de 2016, esse número é de 48,3%.

 

Apesar da leve melhora nos índices de geração de empregos, apenas 6% dos entrevistados aprovaram o setor em questão. As avaliações negativas atingiram, no 4º trimestre, um número semelhante com o já registrado no 1º trimestre, logo no início da gestão de Doria.

 

 

 

 

 

Saúde Pública registra índices abaixo do esperado em 2017

 

Aprovação: 12%

 

Outro setor preocupante na cidade de São Paulo é o da Saúde Pública. Do total de entrevistados, 64% avaliaram o serviço de saúde de forma negativa. Outros 24% classificaram-o como regular, enquanto 12% aprovaram o setor.

 

No 1º trimestre, a Saúde Pública conseguiu o maior número já registrado pela Indsat. Os levantamentos seguintes, no entanto, apontaram que o serviço atingiu os menores números em comparação ao último trimestre de 2016. No 3º trimestre, a classificação era baixíssima. O índice voltou a melhorar no último trimestre do ano, mas ainda tem 64% de reprovação.

 

De acordo com a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, alguns projetos foram incentivados na segunda metade de 2017. O “Saúde em Ação” tem como objetivo principal investir em construção de AMEs, UBSs, CAPS e clínicas. Já o “Mulheres de Peito” realiza exames de mamografia em unidades do SUS.

 

Em maio, a gestão municipal reduziu 7,2% das verbas destinadas aos hospitais, PS, e AMAs. A redução afetou no salário de profissionais e administração as unidades. Segundo a prefeitura, houve uma queda na arrecadação, mas a decisão não iria influenciar no atendimento dos paulistanos. Os moradores, no entanto, mostram que o índice de satisfação só não é menor que o registrado no 3º trimestre de 2017.

 

 

 

 

 

Trânsito é reprovado por 67% dos paulistanos

 

Aprovação: 13%

 

Em comparação ao 3º trimestre, o índice de satisfação com o trânsito de São Paulo se estabilizou. Do total de entrevistados, 67% reprovaram o tráfego urbano. O segmento é um dos sete que registraram Baixo Grau de Satisfação.

 

Segundo o Relatório Infosiga, São Paulo registrou 883 óbitos no trânsito de janeiro a dezembro. Só no último mês do ano, foram computadas 77 mortes. De acordo com a Infosiga, pedestres e motociclistas são as principais vítimas, além de jovens de 18 a 24 anos.

 

No início do ano, o Trânsito recebeu 20% de aprovação. No levantamento seguinte, essa porcentagem chegou a 22%. No 3º trimestre, porém, apenas 11% avaliaram o tráfego urbano de forma positiva e, no último levantamento do ano, a aprovação foi de 13%.

 

 

 

 

 

 

Satisfação com o asfalto é o menor já registrado

 

Aprovação: 11%

 

A pavimentação urbana foi reprovada por 66% dos moradores de São Paulo. Agora, o índice é o menor já registrado pela Indsat. O segmento sempre registrou Baixo Grau de Satisfação e se manteve entre os piores serviços do município.

 

A cidade conta com o Programa Asfalto Novo, que usa parte do valor arrecadado das multas de trânsito para recapear vias. Em outubro, a prefeitura anunciou que serão investidos R$350 milhões em mais de 3 milhões de m² da cidade. Do valor total, 60% provêm de multas de trânsito, 28,5% provêm do Tesouro Municipal e 11,5% é investimento da SPTrans, responsável pelo Transporte Público de São Paulo.

 

Mesmo com os investimentos, a maioria dos moradores não está satisfeita com a qualidade do asfalto na capital. De acordo com dados da Ouvidoria Geral do Município, foram registradas mais de 1.200 reclamações de buracos de janeiro a dezembro. A Indsat apontou que apenas 11% dos entrevistados aprovaram o asfalto urbano.

 

 

 

 

 

 

 

Câmara e Segurança Pública preocupam moradores

 

A Câmara Municipal, a Segurança Pública e a Guarda Municipal também foram mal avaliadas por parte dos moradores. A Câmara, por exemplo, foi reprovada por 51% dos entrevistados. O segmento apareceu nas pesquisas da Indsat pela primeira vez no 2º trimestre e, desde então, registrou apenas Baixo Grau de Satisfação.

 

 

 

 

 

 

Já a Segurança Pública chegou a registrar 391 pontos no 2º levantamento de 2017. Agora, o setor é reprovado por 59% dos paulistanos. A Guarda Municipal, avaliada separadamente pela Indsat desde o 3º trimestre de 2017, conseguiu 15% de aprovação.

 

 

 

 

 

Serviços de água lideram o ranking do município

 

Quatro setores registraram Alto Grau de Satisfação e lideraram o ranking de serviços públicos de São Paulo. O serviço de Abastecimento de Água é o melhor da cidade, seguido por Qualidade da Água. Os setores foram os únicos a receber mais de 700 pontos pela metodologia.

 

Coleta de Lixo e Iluminação Pública também conseguiram Alto Grau de Satisfação. O serviço realizado pela Eco Urbis e pela Loga obteve 62% de aprovação por parte dos moradores. A Iluminação Pública, realizada pela Ilume, também foi bem avaliada: 53% avaliaram o serviço de forma positiva.

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Em destaque

Cultura tem Alto Grau de Satisfação em Jaguariúna

14/11/2019

1/10
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo